Quais os tipos de mamoplastia?

Quais os tipos de mamoplastia?

A mamoplastia se refere aos procedimentos cirúrgicos realizados na região das mamas, entretanto, eles podem ser de diferentes tipos e com objetivos distintos entre si. São cinco os tipos de intervenções cirúrgicas realizadas na região das mamas: aumento, redutora, reparadora, reconstrutiva e mastopexia. Conheça melhor cada um deles e a finalidade das diferentes técnicas.

Mamoplastia de aumento

A mamoplastia de aumento é a técnica procurada principalmente por mulheres com seios pequenos ou que desejam aumentar as mamas com objetivo de atender aos próprios anseios estéticos. O procedimento baseia-se na inclusão de uma prótese mamária permitindo o aumento dos seios, assim como adequá-los proporcionalmente ao resto do corpo.

O tipo de prótese escolhido deve levar em consideração os anseios da paciente com o aumento das mamas, assim como a técnica de inclusão da prótese, que pode ser por cima ou por baixo do músculo da região torácica. O local da incisão também pode variar, sendo realizada no sulco mamário, na auréola ou na axila.

Todas essas decisões devem ser tomadas levando em consideração às expectativas da paciente, mas também as indicações do cirurgião plástico, garantindo o sucesso do procedimento e a saúde da paciente.

Mamoplastia redutora

Este tipo de procedimento é indicado para mulheres que possuem mamas muito volumosas, desproporcionais ou pesadas e que, em muitos casos, resultam em problemas de saúde, como dores nas costas e assaduras. Mamas grandes também podem ser mais afetadas pela flacidez da pele, sofrendo queda precoce.

Com a mamoplastia redutora é possível remover o excesso de tecido, incluindo gordura, glandulas e pele, deixando a mama com um tamanho mais proporcional ao restante do corpo e evitando problemas físicos à paciente.

Mamoplastia reparadora

A mamoplastia redutora tem como objetivo a correção de disfunções estéticas no seio, lembrando que a cirurgia apenas é indicada nos casos em que a paciente sente que as características das mamas é um problema para ela. Entre as situações nas quais é comum recorrer a mamoplastia redutora, destacam-se:

  • Reposicionamento dos seios;
  • Auréolas grandes;
  • Seios assimétricos, entre outros.

O procedimento também pode ser associado à inclusão de prótese mamária, redução das mamas ou remodelagem, de acordo com o desejo da paciente e a indicação médica.

Mamoplastia reconstrutiva

O procedimento cirúrgico de reconstrução das mamas normalmente é associado à recuperação da aparência do seio, sendo uma técnica muito utilizada em mulheres que precisaram realizar a mastectomia (remoção dos seios) devido ao tratamento de câncer.

A mamoplastia reconstrutiva pode incluir o uso de retalhos de tecido da própria paciente, utilização de prótese mamária e balão de expansão para esticar a pele na região.

Cirurgia de mastopexia

A mastopexia, também chamada de lifting das mamas, tem como objetivo melhorar a aparência das mamas após casos de flacidez. Podendo ser associado ao uso de próteses mamárias, o procedimento visa devolver um aspecto firme e natural aos seios.

Independentemente de qual procedimento deseja realizar, o cirurgião plástico é o profissional que deve ser buscado antes da definição de qualquer procedimento de mamoplastia, pois ele dará as indicações necessárias e irá esclarecer todas as dúvidas relacionadas a cada técnica.

Comentários

Comentários

More from Arlan Bonatti

Receita de caipirinha de tangerina com pimenta

Uma boa caipirinha é sempre bem vinda no verão brasileiro. Mas, o...
Read More