Nômade Digital: 7 hostels para se hospedar de graça em troca de trabalho

Ser nômade digital hoje em dia está sendo a saída mais viável pra quem quer fugir da rotina formatada e criada pela sociedade, onde acordar cedo para cumprir uma carga horária para alguém ainda é algo muito normal. Não digo que está errado, mas cada vez mais a sociedade está mudando, e, as pessoas estão querendo mudar. Ser nômade digital, em curtas palavras, significa poder trabalhar totalmente online e de forma remota. Seja se você trabalha para algum escritório, como designer, programador, etc, ou se você trabalha com produtos digitais.

Com uma boa conexão de internet, uma conta de Dropbox e disciplina para montar sua carga horária, cumprindo com os objetivos e metas do seu trabalho, não vejo problema em flexibilizar a rotina de trabalho. Seja ela de onde for. Claro, há casos que não podemos incluir nessa situação, não podemos generalizar.

Mas, para quem busca esta opção de trabalho, temos uma boa notícia: é sim possível! E para facilitar a situação, selecionamos 7 hostels para se hospedar de graça em troca de trabalho. Veja abaixo:

6 dicas para decoração de home office
•  eBook: 4 passos para uma maquiagem básica perfeita (grátis)

  1. Auberge Bishop, no Canadá

    auberge-bishopO hostel fica em Montreal, e para poder ficar lá, você pode trocar 28 horas por semana de trabalho em troca de 2 semanas de estadia. O trabalho é, basicamente, ajudar na recepção, ajudar como camareiro e serviços gerais. Ah, você precisa ter inglês e francês em um nível intermediário, ok? Mais informações aqui.

  2. Ith Big Bear Mountain Adverture Lodge, nos EUA
    big-bear

    O hostel fica na Califórnia, e para se hospedar lá, você precisa ajudar na elaboração de guias turísticos, serviços de limpeza, cozinha e recepção. A carga horária semanal é de cerca de 25h, e você tem direito a um dia de folga. Mais informações aqui.

  3. Ô de casa hostel, São Paulo
    ô-de-casa

    Fica em São Paulo, na Vila Madalena. A permanência é de no mínimo 4 semanas, e o hóspede trabalha 30 horas por semana, com direito à 3 dias de folga. Você pode trabalhar na administração, recepção, limpeza, garçom, bartender, cozinheiro, promotor de festas, fotografo e designer. Mais informações aqui.

  4. Piratas da Praia, Recife

    piratas-da-praia
    Fica em Recife, pertinho da praia de Boa Viagem. Você fica no mínimo duas semanas, e trabalha como recepcionista, cozinheiro, auxiliar de limpeza e social media. A carga semanal é de 30 horas, com 3 dias de folga.Você recebe acomodação, lavanderia e café da manhã. Veja mais informações aqui.

  5. Cosmo Elqui Stage, no Chile

    Cosmo-Elqui-Stage
    O hostel oferece café da manhã e o uso da lavanderia para o viajante que ficar por lá no mínimo 2 semanas. Você deve falar inglês e espanhol intermediário. A carga horária é de 32h por semana. Mais informações aqui.

  6. Napier Prison Hostel, na Nova Zelândia
    Napier-Prison-Hostel

    Fica na Nova Zelândia, e você pode prestar serviços de limpeza, reparos, fotografia e recepção. São 18h por semana, com direito a um dia de folga. Mais informações aqui.

  7. Makuto Hostel, Espanha
    Hostel-Granada-Makuto-Guesthouse-1

    Fica na cidade de Granada, na Espanha. Oferece acomodação, 3 refeições por dia e uso da lavanderia. Você pode trabalhar em troca desses benefícios nos seguintes serviços: guia turístico, promotor de eventos e cozinheiro. A carga é de 40h semanais e é preciso ficar por lá por 4 semanas no mínimo. Mais informações aqui.

Este pode ser um ponte pé inicial para se tornar um nômade digital. Em troca de alimentação, moradia e lavanderia, você consegue sobreviver em vários lugares do mundo. É uma oportunidade para quem quer fugir (totalmente) da rotina, deixar a vida social programada e formatada do jeito tradicional que a gente conhece, e viver o sonho de conhecer o mundo sem amarras. Compartilhe com seus amigos.

Fonte: Catraca Livre

Comentários

Comentários

More from Arlan Bonatti

Guia de como ser uma boa esposa em 1950 (a 17 é a mais bizarra)

O mais legal dos tempos modernos, é pegar situações como essa e...
Read More

1 Comment

Comments are closed.