Mas afinal, o que te preocupa?

Fale para mim. Aliás, pare e pense e diga para si mesmo,  afinal o que te preocupa? A prova no final do semestre? A conta de luz no fim do mês? O pagamento que vai ser curto? Alguém que está chateado? Afinal, o quão de fato isso merece sua preocupação?

Você já parou para analisar que durante toda a sua vida, a maior parte do tempo você passa preocupado com tantas coisas? Coisas essas que talvez nem se quer merecesse estar em seus pensamentos. Por exemplo, se preocupar com o que os outros vão ou não achar de algo.

Quantas coisas legais que você queria fazer e simplesmente não fez por medo? Por preocupar-se com os outros? Pois é.

Quantas vezes você se preocupa antecipadamente, por coisas que nem aconteceram, e que provavelmente nem chegarão a acontecer. Você imagina quanto mal está fazendo para si mesmo por conta disso?
A preocupação excessiva, por coisas INÚTEIS na maioria das vezes, é apenas prejudicial. Afinal, em qualquer momento e ocasião a preocupação NÃO SERVE PARA NADA. Ela serve apenas para você sofrer antecipadamente. PORQUE ELA EM SI NÃO RESOLVE PROBLEMA ALGUM.

Então, pare simplesmente de ficar se preocupando, reclamando, e falando para todos sobre isso. Simplesmente respire fundo e RESOLVA o seu problema. Não pode resolver agora? ESQUEÇA-O, e relembre apenas no momento certo. Quanto mais preocupação, mais chance de dar errado.

Mas afinal, o que te preocupa? A roupa que não vai secar? Seu cabelo que não vai alisar? Seu amigo que não te liga mais? Para as três questões, há solução: Cedo ou tarde sua roupa seca; Você nasceu linda assim, pra que alisar?; Ligue para ele.

Viu só como a preocupação é uma coisa engraçada que não serve para nada? APRENDA: Para tudo nessa vida há solução. Só não existe solução para a MORTE. Portanto, pare com isso, respire e viva! Por que afinal, nada mais te preocupa…

Comentários

Comentários

Written By
More from Camila

Quando sentimos demais

Parece que todas as críticas e indiretas do mundo estão voltadas para...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *