Especial dia do Psicólogo

Primeiramente gostaria de desejar um maravilhoso e feliz dia do Psicólogo para todos os psicólogos lindos que eu conheço (e desconheço, rs)!

Segundo, eu não poderia, como acadêmica de Psicologia, deixar este dia passar em branco, certo? Certíssimo! Dessa maneira, preparei um post especial… Onde entrevistei 3 Psicólogas que conheço para que, quem sonha em fazer parte deste grupo profissional, possa ter uma ideia de como são as coisas por aqui!

Confira:

Juliane Hirt

1- Qual sua abordagem psicológica?

R: Sou neuropsicóloga. A neuropsicologia é “ateórica” do ponto de vista de abordagem. No entanto, como terapeuta, minha orientação é cognitivo-comportamental.

2- Em que área você está atuando? 


R: Neuropsicologia clínica (avaliação e reabilitação) e terapia.Também sou docente no ensino superior de Psicologia há quase uma década.

3- O que te fez escolher Psicologia? O que te fez escolher a sua área de atuação?

R: Acho que comecei a pensar sobre a Psicologia como uma escolha profissional na adolescência, pois percebi que tinha um grande desejo de conhecer mais intimamente as pessoas, suas mentes, seus pensamentos. E também busquei a ajuda de uma orientação vocacional aos 17 anos, que foi muito esclarecedora com relação às minhas preferências e características. Depois de iniciar o curso, tive poucos momentos de dúvida, pois tive a sorte de contar com professores maravilhosos que me instigavam a estudar muito e sempre me apoiaram enquanto estudante. Quanto à abordagem, fui bolsista de iniciação científica a partir da segunda fase do curso até o final, e tive muito contato com as neurociências. Tudo fez muito sentido para mim, então vi que era esta área que mais me trazia alegria e interesse. Comecei a pesquisar por conta própria a reabilitação neuropsicológica e nunca mais consegui parar!
Karina Lange Sczuk
1- Qual sua abordagem psicológica? 
R: Sistêmica 
2- Em que área você está atuando? 
R: Escolar. Educação Infantil. 
3- O que te fez escolher Psicologia? O que te fez escolher a sua área de atuação?
R: A escolha pela psicologia veio por influência familiar. Já perto da hora de fazer o vestibular estava indecisa com minha escolha anterior. Meu irmão interviu e sugeriu que eu pesquisasse sobre o curso de psicologia. Segui o conselho dele e acabei me identificando com a grade curricular e me encantando com tudo o que lia a respeito. Foi assim que eu decidi fazer o curso.
Sobre a área de atuação, desde o início do curso eu sonhava em ter minha clínica. Quando estava no quinto semestre comecei a trabalhar em uma escola, como auxiliar de classe e me apaixonei pelo ambiente e pelas crianças.
Quando iniciaram as disciplinas voltadas à área tive certeza que era ali que eu deveria permanecer.
Nivia Lanznaster

1- Qual sua abordagem psicológica?

R: Minha abordagem teórica técnica de atuação é o Psicodrama, escolha realizada no quinto semestre do curso de psicologia, quando tive contato quando esta teoria em sala de aula na disciplina teoria de personalidade I, me identifiquei de imediato porque já tinha cursado pedagogia e a teoria do psicodrama oferecia a possibilidade técnica de trabalhar com grupos e em qualquer organização.

2- Em que área você está atuando?

R: Estou atuando com grupos psicoterapêuticos.

Extra: Bem na verdade me apaixonei pelo psicodrama quando li este convite de encontro de Moreno:

“Um encontro entre dois: olho no olho, cara a cara.

E quando estiveres próximo tomarei teus olhos 
E os colocarei no lugar dos meus,
E tu tomaras meus olhos 
E os colocaras no lugar dos teus,
Então te olharei com teus olhos 
E tu me olharás com os meus 
Um encontro entre dois: olho no olho, cara a cara.
E quando estiveres próximo tomarei teus olhos 
E os colocarei no lugar dos meus,
E tu tomaras meus olhos
E os colocaras no lugar dos teus, 
Então te olharei com teus olhos 
E tu me olharás com os meus”

E então, o que acharam do post? Quem estava em dúvida sobre a profissão esclareceu um pouquinho? Espero que sim!

Portanto, que hoje seja um dia lindo, e repleto de comemorações para tooooodos os psicólogos <3

Beijos!

Comentários

Comentários

Written By
More from Camila

Sobre estar no piloto automático

Toda aquela ânsia e vontade de viver. Toda aquela energia para acordar...
Read More

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *