Então menina, vai fazer o quê?

           O mundo está disparado, a rotina está doentia, as pessoas aparecem e somem, amores vem e vão, e uma constatação: a vida continua apesar de e independente de qualquer coisa. Então menina, vai fazer o quê?

            Eu diria que é normal do ser humano maldizer o mundo quando um relacionamento termina, seja por conveniência, por amor ou por rotina. Para ser sincera, quem nunca passou este tormento?

            É um momento em que você se sente vazio de tudo, para pensar ou querer pensar em qualquer coisa, para querer imaginar uma nova vida, e mesmo nos casos onde o fim já é esperado, quiçá até desejado, sempre nos remete a uma retrospectiva. E então, você se depara com uma pergunta simples (mente) monstruosa: Então menina, vai fazer o quê?

shutterstock_113171698

            Vai fazer o que com todas as histórias acumuladas durante o curto (ou longo) período de amor, com todos os presentes, com todas as memórias? Vai fazer o que com o tempo de aprendizado? – Afinal, nenhum tempo é perdido, para o bem ou para o mal, baita aprendizado –. Vai fazer o que a partir de agora, com uma nova página em branco, um novo capítulo para ser escrito?

            Cada um tem seu jeito particular para resolver à incógnita que estas perguntas se tornam no período de dor. E eu diria que o jeito, no fim das contas, pouco importa!

            O que importa na verdade, é o que você vai fazer para se ajudar, para a dor passar, por que ei menina, você pode achar que vai durar a vida inteira, mas como o sol, o seu sorriso há de brilhar pela manhã. E no momento que você compreende que é você quem decide a intensidade com que os fatos que não estão sob o seu controle, vão te atingir, você tem o poder de controlar a sua vida e decidir o seu caminho.

            Lembre-se sempre que, embora você não possa ter controle sobre tudo o que acontece a sua volta, você pode escolher como estas situações vão atingir você, tudo depende da perspectiva que você decide olhar. E no fim das contas, não há por que escolher a perspectiva da dor. Então menina, vai fazer o quê?

shutterstock_187114202

Leia também: Eu não entendo.

Comentários

Comentários

More from Naiara Floriano

Gratidão!

Todo final de ano, especialmente nos dias após o natal, que antecedem...
Read More

1 Comment

Comments are closed.