Como ser mais criativo? O vício da criatividade

Como ser mais criativo? é uma pergunta que muitas pessoas se fazem, seja para construir algo momentâneo, construir uma ideia, um workflow, ou construir tudo que você quiser. Ser criativo é incrível. Mas ser criativo é difícil.

Para ser mais criativo, você precisa viver.

Ser criativo exige tudo de você. Tudo mesmo. Você precisa se entregar aquilo que está fazendo para poder usufruir da sua criatividade. Você precisa amar o que faz para começar a ser criativo. Você pode ser criativo em tudo que faz. Desde a preparação do café da manhã, até na argumentação de um projeto de trabalho em uma reunião importante com um cliente. A criatividade é quem te dá dinheiro, porque é ela que vai fazer você se diferenciar das outras pessoas. A criatividade tem sua essência na própria palavra: cria-atividade. Criar, supondo que seja algo do zero, e exercer uma atividade sobre aquilo criado, dar uma função importante à sua criação, e fazer ela ser útil para alguém. Essa não é nenhuma definição daquelas “do grego”, mas sim, do dia a dia.

Tá, mas como ser criativo? É uma pergunta difícil de responder, até porque não tem uma resposta. Ser criativo não é uma equação matemática, pois não há exatidão em nada. É algo humano, pessoal, de vivência. Inclusive, viver é a melhor maneira de atingir uma boa performance de criatividade. Sair, viajar, conhecer pessoas, experimentar comidas, se inserir em outras culturas, absorver conhecimento em muitas áreas, consumir conteúdo sobre muitos assuntos, e um monte de outras coisas. Isso vai fazer você ser criativo. Porque? Porque sua mente precisa estar aberta, precisa ter fluxos no cérebro que cruzem informações e te entreguem respostas diferenciadas. Para ser criativo você precisa viver. Ter bagagem. Ter cultura. E, se você for experiente nos tópicos que eu listei, parabéns, você está no caminho certo.

Criatividade te da dinheiro. Sim, você pode revolucionar o mundo sendo criativo. Pode melhorar a vida das pessoas, pode facilitar muitas coisas, inclusive, a criatividade te deixa mais criativo. Um bom exemplo de criatividade: Steve Jobs não criou a Apple na frente de um computador, né? Pelo contrário, ele viveu e visou a futura necessidade de computadores na vida das pessoas (ou criou essa necessidade?!). Então, sim, a criatividade pode te dar dinheiro. Seja criativo vendendo um projeto ou sua empresa. Use a criatividade para te diferenciar dos concorrentes e criar produtos. Acima de tudo: não olhe só para seu umbigo e não vale se gabar por achar que teve uma boa ideia, ou a melhor ideia do mundo. Lembre-se que no mundo existem mais de 7 bilhões de pessoas, e as chances de alguém ter tido a mesma ideia que você são enormes. Mas, essa é a parte mais legal: não existem limites para criatividade, pois você sempre vai querer ser mais criativo e melhorar sua criação. Criatividade vicia.

Leia mais:
Faça o que você mais ama
Nômade Digital: 7 hostels para se hospedar de graça em troca de trabalho
Revenda o Boticário vale a pena? Clique e descubra.

Comentários

Comentários

More from Arlan Bonatti

Revender produtos e ganhar dinheiro: O que não te contaram sobre isso

Revender produtos e ganhar dinheiro não é difícil. Mas também está longe...
Read More