3 Dicas Para Emagrecer Pulando Corda

Vocês também brincavam de pular corda quando criança? então essa novidade irá alegrar a todas, como alegrou a mim!

Pular corda pode queimar até 400 calorias em apenas meia. Além de ajudar a emagrecer de forma rápida, ganhamos diversos outro benefícios como melhorar, e muito, o condicionamento físico, aumentar força muscular e pra melhorar, deixa a gente com a perna durinha 🙂

As informações são do especialista de fisiologia do Exercício, Oswaldo Langella, que explica que pular corda torna possível gastar tantas calorias pois exige um enorme físico muito grande.

É como exercício funcional. Ou seja, os músculos são contraídos com muita intensidade, o que faz com que o coração trabalhe mais, consequentemente, melhorando o condicionamento e potencializando o emagrecimento.Mas, por ser um exercício tão intenso, é preciso manter uma postura correta para evitar lesões.

Vejam todas as dicas abaixo e emagreçam com diversão.
1 – Equipamento para pular corda

Segundo Langella, é preciso decidir o tipo de corda que irá usar. A indicação é usar cordas de plástico com rolamentos nas conexões das portas das cordas nos bastões onde seguramos.

Segundo passo é escolher o tamanho da corda. Essa escolha irá depender do tamanho da pessoa que irá praticar essa atividade física. Se atende para a tabelinha:
Pessoas com até 1,50m: usar corda de 2,45m
Pessoas com 1,50m à 1,80m: usar corda de 2,65m
Pessoas acima de 1,80m: usar corda de 2,85.

2 – Preparo para pular corda

Use tênis que suportem impacto dos pulos e assim evitar lesões nas articulações.
Use roupas leves e confortáveis. Isso irá ajudar a evitar a fadiga.
Evite pulgar em piso de concreto, procure pular em superfícies macias como em cima de um carpete ou grama. Caso não seja possível, providencie um tapete de exercícios.
Manter o corpo ereto, e mantenha a cabeça também reta. Olhe sempre para frente.
Pule com as pernas estendidas e aterrisse com as pontas dos pés e com os joelhos flexionados.

3 – Dicas de tipos de exercícios


De intervalos: Pule 30 segundos com velocidade baixa / faça de outros 30 segundos aumentando um pouco o ritmo / e depois mais 30 segundos pulando em velocidade mais rápida.
Descanse 1 minuto e começo a sequencia novamente até completar 10 minutos no início. Com o tempo passe para 20 minutos e por fim, 30 minutos.
Pule com um pé de cada vez ao invés de usar os dois ao mesmo tempo.
Pule com os dois pés, mas deixando as pernas separados, um para frente e outro para trás. Alternando em cada pulo. Para não sobrecarregar a musculatura, não pule corda todos os dias

Alguns cuidados necessários:

As articulações são levadas ao estresse com a prática de pular corda. o Impacto e a movimentação são realmente intensos nessas áreas, principalmente nos joelhos, quadril e tornozelos. Lembre, como listamos acima, não pule corda todos os dias, um dia de intervalo já ajuda a evitar lesões.

Essa prática também é contraindicado para pessoas obesas, problemas cardiovasculares, hipertensão e outros problemas e articulação. Em caso de dúvida, não pratique, procure um médico.

Comentários

Comentários

Written By
More from Biosom

Outubro Rosa – Vamos Testar o Quanto Você Sabe Sobre Câncer de Mama

É provável que você já tenha tido algum tipo de contado com alguém...
Read More

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *